Associação das Emissoras de Rádio e TV do Estado do Rio de Janeiro
Ataques hackers feitos por sinais de rádio
Publicada em 06/04/2017

Smart TVs também estão vulneráveis a ataques hackers, assim como computadores e celulares. Segundo testes e demonstrações no seminário EBU (Epean Broadcasting Union Media Cyber Security Seminar), os ataques hackers feitos por sinais de rádio, têm baixo custo e conseguem espionar usuários usando o acesso a câmera e microfones da TV.

A possibilidade de haver falhas de segurança em televisores inteligentes já era cogitada por alguns usuários, e a Samsung chegou até a lançar uma espécie de antivírus para seus aparelhos em 2016.

Segundo o consultor de segurança Rafael Scheel, os ataques hackers feitos por sinais de rádio não precisam de nenhum tipo de acesso físico do invasor na Smart TV e podem assumir o controle do televisor resistindo a restaurações de fábrica. Entre as falhas de segurança que facilitam o ataque está um problema nos navegadores Web que rodam em segundo plano nos televisores com acesso Wi-Fi.

A invasão a uma Smart TV não custa caro para um hacker e pode ser feita com transmissores de baixo custo. Os sinais são enviados para dispositivos próximos conectados à Internet e, assim, obtêm o controle do aparelho. De acordo com Scheel, o ataque não provoca mudanças no uso do televisor, que pode passar a ter a câmera e microfones vigiados.

Antes dos ataques hackers feitos por sinais de rádio, outras invasões já haviam sido alertadas mas a maioria com acesso físico ao televisor. Agora, com os testes de Scheel, os usuários devem ficar mais atentos aos dispositivos de IoT (Internet of Things, ou Internet das Coisas) que têm em casa, já que muitos aparelhos ainda não oferecem proteção avançada e rodam sistemas e softwares com código aberto.

Fonte: Rádio e Negócios / Techtudo

1 1 1 1 1 1 1 1 1
AERJ Todos os direitos reservados